Crítica “Snake In The Eagle’s Shadow”

Ataque da língua bífurcada

Ataque da língua bifurcada

Foi enternecedor para este humilde crítico visitar pela primeira vez um clássico do género de artes marciais saído de Hong Kong, neste caso SNAKE IN THE EAGLE’S SHADOW, de Yuen Woo Ping, o primeiro filme do realizador veterano e uma porta de lançamento para a estrela mundial até então um completo desconhecido, Jackie Chan.
O filme é um falhanço como narrativa cinematográfica, mas um glorioso trofeu do cinema de artes marciais em que se encaixa e pioneiro para a narrativa adolescente que viria a inspirar grandes clássicos homéricos dos anos 80 como The Karate Kid ou The Last Dragon. Infelizmente, Ping não é um realizador com sensibilidade narrativa antes, muito mais emotivo do que posso considerar positivo, visto sufocar muitas vezes os momentos de progressão dramática com adereços maniqueístas e angústias adolescentes em detrimento de desenvolver quaisquer personagens interessantes.
A narrativa, se é que pode ser assim chamada e vou tentar embelezá-la para não vos deixar a chorar, apresenta-nos a Chien Fu (Chan), um pupilo sem jeito e contínuo numa academia de artes marciais de segunda categoria que após anos a ser espezinhado pelos mestres (uma dupla humorística…aparentemente), forma amizade com Cheng-Tien (Siu Tien Yuen), um estranho mendigo mestre do estilo da Cobra que se encontra em fuga do ambicioso Lorde Sheng Kuan (Jang Lee Hwang), o perigoso rival e mestre do estilo Águia. Ao aprender a arte da Cobra através da sua amizade com Cheng-Tien, o jovem Fu torna-se um lutador letal e dá por si arrastado para este conflito entre as duas escolas. Para salvar a vida do seu mestre, terá que no entanto desenvolver o seu próprio estilo, enquanto descobre pela primeira vez o valor da amizade…dizem eles.
Pronto, o tempo que demorou a ler esta premissa corresponde ao tempo gasto no filme em verdadeiros desenvolvimentos dramáticos. Interpretem isso como preferirem, podem não estar à procura de uma obra complexa ou de um drama de artes marciais.

Anúncios

Etiquetas:, , ,

About ossosborea

Como nunca estive legalmente empregado, não posso dizer que estou a um passo do desemprego, mas só com o tempo livre presumido de alguém nesse estado poderia criar este espaço. Bem-vindos e demorem-se, espero que...

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s